QUANDO EU DEVO LEVAR A CRIANÇA PARA EXAME OCULAR?
 

Não há idade fixa para ir ao oftalmologista!

Recém-nascidos que apresentem fotofobia, olhos vermelhos ou com secreção, pupila branca, lacrimejamento constante, estrabismo ou olhos esbranquiçados devem ser levados de imediato.

Também deve levar, se você notar que a criança:

  • Reclama de dor de cabeça e/ou lacrimejamento durante ou após esforço visual (na escola, TV, leitura);
  • Aperta ou arregala os olhos para ver melhor;
  • Aproxima-se da TV ou do livro para ler
  • Evita brincadeiras ao ar livre;
  • Apresenta desinteresse na leitura;
  • Apresenta caspa nos cílios;
  • Possui olhos assimétricos ou que se entortam;
  • Ao tapar um dos seus olhos, chora ou fica agoniada.

Também devem ser levadas ao oftalmologista o quanto antes.

Quando os pais tiverem problemas oculares como estrabismo (olho torto), grau alto de óculos ou visão baixa, deve fazer exame já nos primeiros anos de vida.

Os principais problemas que uma criança pode vir apresentar desde o nascimento são: Catarata, cristalino opaco; Glaucoma, aumento da pressão intra-ocular; Estrabismo, desvio ocular; Retinoblastoma, tumor intra-ocular; Ptose, pálpebra caída; Obstrução dos canais lacrimais.

Para as que não apresentam quaisquer destes problemas acima, a primeira consulta deve ser entre os 3 e os 4 anos de idade. Para prevenir o aparecimento de problemas na vista, são três as recomendações básicas: consultar o oftalmologista com regularidade, não coçar os olhos e ter uma alimentação rica em vitaminas A (ovos, peixes gordurosos, vegetais verde-escuros e vísceras) e E (frutas secas, óleos vegetais e gérmen de trigo). Mas não adianta ingerir altas doses de vitaminas depois que o problema aparece, pois elas não desfazem o estrago.