A Manipulação de medicamentos
 

A prescrição e uso das fórmulas magistrais ( medicamentos manipulados ) estão sendo cada vez mais comuns. Isto se deve principalmente ao preço dos medicamentos manipulados que na maior parte das vezes são mais baratos que os similares industrializados. Porém, alguns cuidados são essências na hora do profissional prescritor e o paciente fazerem sua opção pela manipulação. A farmácia com manipulação pode atuar em praticamente todos os ramos da medicina como Dermatologia, Endocrinologia, Cardiologia, Reumatologia, Geriatria, Medicina Ortomolecular, Psiquiatria entre outras, além de atuar também na Odontologia e na Medicina Veterinária. Uma das principais vantagens da farmácia com manipulação é que o medicamento é preparado de forma personalizada, isto é,o médico, dentista ou médico veterinário, ira preparar uma fórmula dosada e quantificada para a real necessidade de seu paciente, de acordo com o sexo, peso e faixa etária. Outra vantagem da fórmula manipulada é a possibilidade de reunir várias drogas em um só medicamento, muito embora esta prática deva ser adotada com critério pois muitos medicamentos são imcompatíveis entre si.

Quando possível, a prática de utilizarmos uma fórmula com vários componentes facilita o uso por parte do paciente e sua adesão efetiva ao tratamento. Muitos pacientes quando tem que se utilizar de vários medicamentos ao dia em diferentes horários, simplesmente abandonam o tratamento. O excesso ou insuficiência de determinada droga, pode ser controlado na farmácia de manipulação, através do trabalho contínuo e conjunto com o profissional prescritor.

O farmacêutico trabalha na análise da prescrição e supervisiona toda a linha de produção do inicio ao final do produto, orientando o paciente quando necessário, quanto a efeitos adversos ou situações especiais de uso e conservação de seu medicamento. A Legislação atual é extremamente rigorosa quanto aos procedimentos adotados nas farmácias com manipulação. A RDC 33 é um conjunto de normas que regulamenta o setor que dentre outros itens, exige um laboratório específico para o controle de qualidade de todas as matérias primas adquiridas pela farmácia e um manual de boas práticas onde estão descritos todos os procedimentos operacionais realizados na manufatura dos medicamentos. Ao escolher uma farmácia de manipulação, o paciente e ou profissional, devem verificar se a mesma esta de acordo com a legislação pertinente, considerando como principais fatores, se a farmácia possui:
- Controle de qualidade com testes e re-análise das matérias primas adquiridas;
- Qualificação de fornecedores;
- Teste nos produtos acabados;
- Análise microbiológica do ambiente e da água utilizada;
- Equipamentos utilizados;
- Climatização do ambiente, controle de umidade e temperatura ;
- Sistema informatizado com procedimentos e registros que permitem o rastreamento dos produtos manipulados;
- Arquivo e registro de toda a produção;
- Presença de farmacêutico(s) e técnico(s) ;
- Procedimentos de manipulação validados em laboratório de referência;
- Manual de boas práticas de fabricação ;
- Atendimento pessoal aos profissionais prescritores;

Assim, agindo em parceria com o preceptor da receita, seja ele, médico, dentista ou veterinário, a farmácia com manipulação procura suprir qualquer possibilidade de erro na formulação prescrita.

Após todos esses cuidados, o medicamento chega às mãos do paciente na forma exata da sua real necessidade, satisfazendo em todos os aspectos, provendo um harmonioso tratamento ao doente e tranqüilidade ao preceptor.


Obrigado pela atenção,
Esperemos sua visita brevemente,

Maurício de Carvalho Gervazoni
Farmacêutico Responsável CRF-22638

Farmais Unidade Tremembé
Av. Maria Amália Lopes de Azevedo 85 Tremembé São Paulo - SP e-mail: gervazoni@uol.com.br
Pabx: 6203-0849 Cel: 9655-9566