A PNL e Administração do Tempo

 

Os diversos esquemas de administração do tempo parecem ser do conhecimento da maioria das pessoas. Entretanto, existem pessoas que não os utilizam ou, simplesmente, não conseguem utilizá-los. Isto ocorre porque estes esquemas são baseados na falsa pressuposição de que todas as pessoas experimentam o tempo da mesma forma. A grande ironia é que administração do tempo é uma idéia que agrada principalmente aqueles que já são capazes de administrar bem seu tempo. Algumas pessoas são naturalmente, ou melhor, inconscientemente organizadas e outras não. Neste ponto, a PNL nos apresenta uma explicação muito interessante, de que a diferença está na forma como experimentamos o tempo subjetivamente.

        Se você acha difícil planejar suas atividades ou administrar o seu tempo, uma compreensão da maneira como você vive o tempo poderá ser muito útil. Se, ao contrário, você faz parte dos que tem facilidade em administrar o tempo, dos que são inconscientemente organizados, você achará mais fácil ainda.

        Antes de falarmos de como o tempo pode ser vivido subjetivamente por cada indivíduo precisamos esclarecer o que é LINHA DO TEMPO. A linha do tempo é a nossa representação interna do tempo, é a linha que une o nosso passado e o nosso futuro. Para entender melhor faça a seguinte experiência:

        Pense em alguma atividade que você realizou no dia de ontem. Feche os olhos se for necessário. Em seguida, pense em outra atividade que você fez na semana passada. E então no mês passado. De que direção estas lembranças parecem surgir? Da direita ou da esquerda? De cima ou de baixo? Da frente ou de trás?

        Agora imagine alguma atividade que você quer realizar amanhã. Em seguida, pense em outra atividade a ser realizada uma semana no futuro. De que direção esta imagens parecem vir?

        Você já percebeu de onde vem as lembranças do passado e as esperanças do futuro, perceba também que elas são unidas por uma linha, a sua linha do tempo. Observe em que lugar nesta linha está o momento presente. Você percebe como se a linha temporal passasse pelo seu corpo no momento presente? Ou você se percebe fora da linha, como se você pudesse ver o tempo passar? Se a sua linha passa pelo seu corpo isto é chamado de “no tempo”. Se ao contrário, sua linha passar a sua frente e você pode ver o passado e o futuro ao mesmo tempo, isto é chamado de “através do tempo”.


        Para as pessoas através do tempo é muito mais fácil planejar atividades ou eventos, pois conseguem ver o tempo diante delas e assim fazer um encadeamento de tarefas. Essas pessoas marcam compromissos e os cumprem. Além disso, esperam que as outras pessoas façam o mesmo. Para estas pessoas vale a máxima “Tempo é dinheiro”. Como se pode perceber a linha através do tempo é a que governa o mundo dos negócios.

        Uma pessoa no tempo, está muito mais focada no momento presente, experimentando eventos na medida em que eles acontecem. Ela pode literalmente “colocar o passado para trás”. Tende a viver de forma menos organizada, uma vez que o elas não conseguem “ver o tempo passar”. Aliás, esta pode ser uma frase comumente usada por estas pessoas.

        Antes de prosseguirmos, tenha em mente que uma categoria não é melhor nem pior do que a outra. Na verdade, ambas podem ser úteis, dependendo da situação. Quando um vendedor está na frente de um cliente, é preferível que ele esteja “no tempo”, dedicando total atenção ao que o cliente está querendo dizer, perguntando para poder ter uma percepção acurada do que ele deseja. Já para planejar atividades ou para estabelecer objetivos, uma linha “através do tempo” pode ser mais útil.

        Agora vem a melhor notícia: você pode mudar a sua linha do tempo para conseguir um melhor desempenho em suas atividades. Para um planejamento mais eficaz escolha uma linha “através do tempo”. Segue abaixo, explicação de como isto pode ser feito.

  1. Em um local tranqüilo, imagine como se sua linha do tempo estivesse esticada no chão, de forma que o seu futuro está a sua frente, seu passado às costas e o local onde você está seja o momento presente. Imagine como se você fosse estivesse saindo da sua linha do tempo da mesma forma que uma pessoa sobe uma calçada. Desta forma, você estará olhando para uma estrada de duas direções, em uma extremidade está o futuro, em outra está o passado.

 

  1. Estabeleça um objetivo que deseja alcançar no futuro, estabeleça a data exata em que pretende realizá-lo. Se este for um objetivo muito grande divida-o em tarefas intermediárias, determinando as prioridades e anote-as em uma folha de papel em branco. Lembre-se de anotar o prazo para realização de cada tarefa. Depois, coloque cada tarefa sobre a sua linha do tempo, organizando-as de modo que as tarefas imediatas fiquem mais próximas do momento presente do que aquelas a serem realizadas mais no futuro.
  1. Imagine, então, como se tivesse realizando cada uma das etapas com sucesso, imagine como você vai se sentir, o que você vai ver e ouvir quando concluir cada uma destas etapas até a conclusão do seu objetivo maior. Imagine que todo seu plano foi coroado de êxito. Você pode, se quiser, entrar na sua linha do tempo caminhar por ela parando nos pontos em que cada etapa será concluída, indo até o final do processo, ouvindo os sons da vitória, saboreando o triunfo e observando a sua satisfação por ter alcançado o sucesso em cada tarefa. Quando chegar no futuro, no momento em que seu objetivo maior foi realizado, saia novamente da linha do tempo e olhando em direção ao passado anote em uma outra folha de papel em branco na ordem cronológica cada uma das etapas que foram realizadas.

 

  1. Agora ensaie mentalmente o que você deseja que aconteça. Imagine o seu dia de trabalho. Identifique os momentos de folga que irão lembrá-lo de examinar seu plano. Imagine-se examinando este seu plano neste momento, ou peça a um amigo seu “Através do Tempo” para lembrá-lo.

 

  1. Quando terminar volte ao momento presente e entre novamente em sua linha temporal.

        Você acaba de concluir seu plano de ação com metas e prazos estabelecidos, tenha-o sempre a mão para que nos momentos de folga você possa revisá-lo, e quando o fizer, imagine-o em sua linha do tempo. Você verá as etapas realizadas no passado e aquelas ainda a realizar na sua linha do futuro. Toda vez que examinar seu plano de ação você estará associando seu plano escrito ao estar “através do tempo”.

 

Fonte: Sucesso em Vendas com PNL. Joseph O’Connor e Robin Prior.