O desenvolvimento motor no primeiro ano de vida

Do 1 ao 3 mês
– para de chorar quando alguém a acolhe;
– comunica suas necessidades através do choro;
– segue objetos com os olhos;
– brinca com as mãos;
– sacode o chocalho involuntariamente;
– sorri em resposta a outro sorriso;
– seu campo visual dificilmente ultrapassa 30 a 40 cm (como a distância do seio materno até o olhar da mãe).

Do 4 ao 6 mês
– aproxima-se dos objetos apalpando-os;
– ri, têm permanência do objeto (esconde-cadê?-achou!!!);
– rola;
– começa a orientar-se no epaço;
– balbucia;
– pode iniciar com alimentos pastosos, sólidos e líquidos que não mais somente o leite materno.

Do 7 ao 9 mês
– joga os objetos e os procura caídos no chão;
– simboliza quem gosta ou quer e quem não gosta ou não quer através do choro ou sorriso;
– emite sons e começa a demonstrar compreensão das palavras;
– senta sem apoio e têm início do engatinhar;
– pode emitir sílabas.

Do 10 ao 12 mês
– come de tudo, palavras com mais de uma sílaba podem ser ouvidas;
– se puxa para ficar de pé nos móveis, troca passos na lateral e pode arriscar se soltar para ir de uma pessoa a outra.

 

Desenvolvimento emocional do a ao 12 mês.

Existem vários autores que dissertam sobre este assunto porém vou dar especial atenção a Piaget e Wallon nos quais me baseei para escrever este artigo.

Wallon
Afirma que é ä partir do ato que o homem estrutura o seu pensamento. Valoriza a emoção e trás ela como responsável pelo desenvolvimento social e motor da criança.

Fase Impulsiva – recém nascido – dependência total da relação com o meio, seus movimentos são desencadeados pelas sensações de prazer e desprazer.
Fase tônico-emocional – 6 aos 12 meses – o movimento já esboça um significado, têm uma ligação forte com a mãe ou com a figura mais próxima, a emoção desencadeia a função, se orienta para o mundo externo, surge o andar e com ele a descoberta de que é capaz de se locomover para onde quer, sabe agora a diferencia dele e do outro.

Piaget
Dá muita importância para o movimento na formação da inteligência. A inteligência, por sua vez, é o que permite a qualquer organismo lidar efetivamente com o seu meio ambiente. O movimento é que faz a relação funcional entre corpo e mente. Divide o desenvolvimento emfases onde cada uma é uma conseqüência da anterior e uma preparação para a fase seguinte.

Fase sensório-motora – vai dos 0 aos 24 meses – sua inteligência nesta fase é construída através de experiências sensoriais (o toque , o diálogo, o brincar, o banho, a troca das fraldas, a amamentação ou a mamadeira, etc) e delas irá estabelecer sua ligação com o meio-ambiente. No início não diferencia o seu corpo do corpo do outro, mas aos poucos vai tendo calma e tranqüilamente esta noção que lhe é passada através dos familiares e amigos. Percebe que se o objeto sai do seu campo de visão ele o irá encontrar de acordo com a curiosidade despertada pelo mesmo e daí terá a noção da causa e efeito.Ao final desta fase a criança será capaz de simbolizar suas experiências através das brincadeiras, chamamos a isso de “jogo simbólico”, ou seja, a menina que irá brincar de dar comidinha para a boneca ou o menino que se arruma para ir trabalhar.

Veja todos os artigos de

Outros artigos

Avaliação do perfil psicológico infantil em diversas situações na clínica odontopediátrica

Introdução e Revisão da Literatura A manifestação do medo é um fato que ocorre freqüentemente nos consultórios odontopediátricos, tornando o trabalho do profissional mais difícil, limitando ou impossibilitando-o. Diante desta...

A Cefaléia

A cefaléia, nome científico da dor de cabeça é uma das queixas mais freqüentes na população, estimando-se que 85% da população, já sofreu algum dia de dor de cabeça. As...

Crie o seu estilo de vida perfeito

É muito comum as pessoas esperarem pela aposentadoria para poder começar a viver a vida como sempre sonharam, ou ainda mais comum ficar à espera do momento ideal e acreditar...

Ninguém resiste a mudar o que é melhor para si

O que você faria se cumprisse a tarefa de correr, correr e correr até ficar a dois metros da linha de chegada e deparar-se com uma muralha de concreto colocada...

Neurocisticercose

A neurocisticercose (NCC) é definida como uma infestação do sistema nervoso central (SNC) pelo estágio larval do verme intestinal Taenia solium. A contaminação ocorre pela ingestão dos ovos deste parasita,...

Neuroendocrinologia

  A neuroendocrinologia limitava tradicionalmente seu campo de atuação ao estudo das relações entre o sistema nervoso central ( SNC) e o sistema endócrino.Sua atenção, atualmente, expande-se para o entendimento...