Educação e Neurolingüística

Professor José Zaib, em entrevista concedida à Revista Educação Hoje

REVISTA EDUCAÇÃO HOJE – Quem é José Zaib?

A Formação:
Psicólogo, Bacharel e Licenciado em Psicologia pela Universidade Gama Filho desde 1983, com Pós-Graduação em Desempenho Escolar.
Coach, Hipnoterapeuta Ericksoniano, Master e Trainer com Certificação Internacional em Programação Neurolingüística.
Certificado internacionalmente nos estudos, práticas e avaliações com as seguintes autoridades em PNL: Bernd Isert e Sabine Klenke (Alemanha), Tom Best, John Overdurf, Michel Grinder, Arline Davis (EUA) e Jairo Mancilha (Brasil) . Mantém-se atualizado nos conhecimentos evolutivos de PNL e Coaching com o trainer e coach Suíço Jurgen Trautner.

A Profissão:
Empreendedor na área de Educação: Ensino Básico, Educação Técnico-Profissional, Ensino Superior, Treinamentos, Capacitações e Aperfeiçoamentos Profissionais, Especializações Lato Sensu
Diretor do Colégio Dom Óton Mota – RJ
Diretor do Centro Educacional Cinco de Julho – Itaguaí – RJ
Diretor da Brasildata Educacional
Reitor da Faculdade Machado de Assis
Diretor do INeP

REVISTA EDUCAÇÃO HOJE – O que é a PNL – Programação Neurolingüística?
José Zaib – Compreende-se que a PNL é o estudo da estruturação da experiência subjetiva, ou seja, de como o cérebro, a mente e o corpo funcionam se integram sistemicamente; de como são gerados os estados emocionais, sentimentos e comportamentos.

A PNL é um conjunto de conhecimentos elaborado a partir da percepção, observação, interpretação e sistematização de linguagem e comportamentos verbais e não-verbais que levam à resultados de excelência.

E isto aconteceu no início da década de 70, por dois norte-americanos, John Grinder e Richad Bandler, que estudaram os comportamentos e linguagens de proeminentes terapeutas nas áreas de Gestalterapia, Terapia Familiar e Hipnose e perceberam que existia um padrão de estruturação nestes procedimentos que levavam seus pacientes a excelentes resultados em suas terapias.

Os dois precursores da PNL verificaram que era possível “imitar”, modelar aqueles comportamentos eficazes e também obterem resultados excelentes. E deram a este processo o nome de modelagem.

Depreenderam que nas situações de vida pessoal e social era possível aplicar estes princípios de modelagem e, assim, obter resultados satisfatórios. Daí desenvolveu-se a PNL que é hoje uma ferramenta poderosa para a transformação, transmutação pessoal, relacionamentos e comunicação.

REVISTA EDUCAÇÃO HOJE – Como a PNL funciona?
José Zaib – Acredita-se que na medida em que conheçamos melhor as condições de geração de estados internos positivos, o gerenciamento das nossas emoções, sentimentos, pensamentos e comportamentos, possamos interagir melhor, internamente e com as outras pessoas, através de relacionamentos mais qualitativos e comunicação mais congruente.

REVISTA EDUCAÇÃO HOJE – E, de que maneira, a PNL se aplica à Educação?
José Zaib – Esta pergunta é poderosa!
Vejamos.
Existem dois conceitos etimológicos para a palavra Educação segundo Thereza Penna Firme e Juan Antonio Tijiboy:
– Educere – tirar de dentro, promover, motivar, fortalecer.
Relação de participação, colaboração, comprometimento.
O educando é um sujeito
– Educare – Cuidar, alimentar, amamentar
Relação paternalista, dependência
O educando é um objeto
Educar é relacionamento, comunicação.

Desde o princípio da humanidade o processo de ensino-aprendizagem, de troca de informações, tem sido realizado de pessoa para pessoa, mestre-discípulo, professor-aluno, aluno-professor… Com as moderníssimas tecnologias áudio-visuais e digitais, uma série de modelos, métodos, sistemas e processos, têm tornado a comunicação mais poderosa e eficaz.

Entretanto, nesta transmissão, existe o fator humano, com suas idiossincrasias, vicissitudes, singularidades e as experiências subjetivas.
Cada pessoa é possuidora de seus mapas do mundo, suas crenças, convicções e valores.

Depreende-se daí a complexidade e importância do processo educativo e da compreensão mais profunda da essência humana.
Educar é, portanto, um ato de relacionar-se de comunicar-se.
Por trás de todo processo, método e sistema, encontra-se uma pessoa!
Precisamos de pessoas para que haja relacionamentos, comunicação, ensino e aprendizagem.

Pessoas=Gente!
Gente=Relacionamentos!
Relacionamentos=Comunicação!

E é aí que a PNL se insere, tornando este processo de relacionamento, comunicação e interação entre as pessoas mais qualitativo, a partir do pressuposto de que as pessoas conhecendo-se melhor e aos outros, será possível uma comunidade de educação desenvolvendo-se em espiral evolutiva.

REVISTA EDUCAÇÃO HOJE – O que o Sr. está fazendo para que a PNL se aproxime da Educação?

A nossa participação, consiste em dar continuidade aos belíssimos e importantes trabalhos e pesquisas já realizadas nesta área por renomados pesquisadores e profissionais de PNL e Educação em todo o mundo.

Assim, idealizamos o INEP e a UPNL (Universidade Corporativa de PNL do Brasil) para que possamos contribuir para a convergência de profissionais e instituições de Educação e Neurolingüística e sinergizá-las, buscando, sempre, resultados para a melhor qualidade de vida e desenvolvimento das potencialidades humanas.

REVISTA EDUCAÇÃO HOJE – Quais os projetos do INeP?
Os projetos do INeP resultarão da realização da sua missão:
Contribuir para o desenvolvimento das pessoas e profissionais que fazem acontecer a Educação em nosso país, utilizando-se das poderosas ferramentas da Neurolingüística, Neurolinguagem, Neurociências e Psicologia. Convergir e sinergizar pessoas e instituições.

Desenvolver cursos de formação, capacitação, treinamento, aperfeiçoamento humano e profissional.

O INeP, com o apoio de diversas instituições nacionais e internacionais, estará promovendo dois grandes Congressos de Educação e Neurolingüística nos meses de agosto e setembro. Estes Congessos constituir-se-ão em excelentes oportunidades para que os profissionais de Educação conheçam um pouco mais dos recursos, ferramentas e técnicas da PNL.

REVISTA EDUCAÇÃO HOJE – Uma mensagem final?
Não é uma mensagem final: É uma mensagem de início!
Parafraseando Frei Beto, digo que não estamos vivendo apenas uma mudança de época e sim uma época de mudanças.

E, o nosso maior bem, o nosso maior patrimônio são pessoas, que estão em permanente processo de mudança.
Assim, o INeP tem a honra e a alegria de iniciar um movimento de parcerias, convergências, sinergias entre a Educação e a PNL, influenciando e por elas sendo influenciado positivamente, contribuíndo para o desenvolvimento, evolução e transcendência da pessoa humana.

 

Veja todos os artigos de

Outros artigos

O que é Terapia Bio-Cranial?

É com raro orgulho que assinamos essa apresentação, pois pessoalmente, a longo tempo temos observado os resultados clínicos altamente positivos da abordagem crânio-sacral e consideramos a Terapia, hoje chamada de...

Por que corrigir a coluna?

A coluna vertebral sustenta o corpo, controla as funções de todos os órgãos internos, protege e distribui as veias e os nervos, funcionando como corredor de energias e fortalecendo a...

O que é Hidroterapia?

A hidroterapia é uma modalidade terapêutica utilizada há muitos anos para tratamento de acidente vascular encefálico (erroneamente chamado de derrame cerebral), fibromialgia, artrose, paralisia cerebral, pós-operatórios ortopédicos, doenças neuromusculares, etc....

Dermatologia X PNL

É interessante como na história da humanidade os conceitos de corpo e mente se alternam, como num circulo: ora estão ligados, como nossos ancestrais, os povos mais antigos, as grandes...

Neurocisticercose

A neurocisticercose (NCC) é definida como uma infestação do sistema nervoso central (SNC) pelo estágio larval do verme intestinal Taenia solium. A contaminação ocorre pela ingestão dos ovos deste parasita,...

Depressão – Aula

Faça o download da aula aqui

...